• Diogo Oliveira

Percurso nos Jardins do Palácio Marquês de Pombal - Biodiversidade de Oeiras

Oeiras tem Vida

Em colaboração com o Município de Oeiras (CMO) estamos a promover um conjunto de visitas guiadas, gratuitas, para observação da fauna (aves, mamíferos, anfíbios, repteis, peixes e insectos) e flora que habitam em diversos espaços verdes municipais. Esta é uma excelente oportunidade para conhecer a biodiversidade destes locais. Como sou o guia do passeio torna-se complicado conseguir fotografar, por isso, agradeço à Sara Almeida da CMO por disponibilizar algumas fotografias!

Percurso de Observação de Fauna

Os Jardins do Palácio Marquês de Pombal estão repletos de vida, por entre fontes, relva e ribeira existe um mundo para descobrir. Num pequeno percurso pedestre fomos identificando todas as espécies que utilizam os jardins, e no final tivemos uma pequena recompensa com duas osgas-comuns. A primeira paragem foi num dos tanques de água que existem junto ao palácio. Estes estavam repletos de girinos de rã-verde e as nas margens estavam vários adultos escondidos. Não foi fácil capturar, mas ajudou a mostrar aos mais novos que as rãs são úteis no controlo de vários invertebrados aquáticos.

A passagem pela ribeira revelou um pequeno oásis onde várias aves aproveitavam para tomar banho. Nas zonas mais fundos foi possível observar várias espécies de peixes que não foi possível identificar. E nos muros que separam a ribeira estavam repletos de lagartixas-verdes. Mais ao fundo, debaixo da ponte estavam cerca de 20 patos-reais.

Pelo relvado e arbusto encontrámos vários passeriformes, como o pisco e o rabirruivo. Já nas árvores estavam vários periquitos a alimentarem-se e uma delas estava cheia de pombos torcazes a dormirem. Todas estas espécies coabitam com o ser humano que usufrui dos jardins diariamente.

Lista de espécies observadas

  • Alvéola-branca – Motacilla alba

  • Andorinha-das-chaminés – Hirundo rustica

  • Andorinha-dos-beirais – Delichon urbicum

  • Andorinhão-preto – Apus apus

  • Carriça – Troglodytes troglodytes

  • Estorninho-preto – Sturnus unicolor

  • Gaio – Garrulus glandarius

  • Garça-real – Ardea cinerea

  • Melro-preto – Turdus merula

  • Lagartixa-ibérica – Podarcis virescens

  • Osga-comum – Tarentola mauritanica

  • Pardal-dos-telhados – Passer domesticus

  • Pato-real – Anas platyhynchos

  • Periquito-rabijunco – Psitacula krameri

  • Pintassilgo – Carduelis carduelis

  • Pisco-de-peito-ruivo – Erithacus rubecula

  • Pombo-doméstico – Columba livia

  • Pombo-torcaz – Columba palumbus

  • Rã-verde Pelophylax perezi

  • Rabirruivo-preto – Phoenicurus ochruros

  • Rola-turca – Streptopelia decaocto

  • Sapo-comum-ibérico – Bufo spinosus

  • Toutinegra-de-barrete-preto – Sylvia atricapilla