• Diogo Oliveira

Missão: Truques para Fotografar a Cobra-de-ferradura, Répteis de Portugal

A cobra-de-ferradura (Hemorrhois hippocrepis) é uma espécie de cobra da família das Colubridae, e encontra-se amplamente distribuída pela Península Ibérica, estendendo-se também no Norte de África e algumas ilhas italianas.



É uma cobra robusta e os adultos podem atingir os 1.5 metros de comprimento, mas ocasionalmente chegam aos 1.8 metros. Possuem um olho grande e a pupila é arredonda e a íris de coloração acastanhada. A sua coloração é característica, e raramente é confundida com qualquer outra espécie. Possui várias manchas pretas espalhadas pelo corpo, dando a sensação de ser uma cobra escura, enquanto as zonas entre as manchas são castanhas claras, amareladas ou avermelhadas, ficando com um padrão axadrezado. Possui uma mancha escura em forma de ferradura ao nível das placas parietais na cabeça. O ventre apresenta tons avermelhados, alaranjados ou bege. Os juvenis possuem uma coloração idêntica aos adultos, embora mais clara.


Pode ser encontrada em vários habitats diferentes, desde matos, zonas rochosas, praias arenosas, terrenos agrícolas, plantações, jardins rurais e por vezes em zonas urbanas. A sua principal ameaça é a perda de habitat. Encontra-se listada como pouco preocupante na lista vermelha dos vertebrados de Portugal. Possui hábitos diurnos e actividade crepuscular e nocturna nos meses mais quentes. Hiberna nas regiões mais frias da sua área de distribuição, mas permanece activa o ano inteiro nas zonas mais quentes. A reprodução ocorre na Primavera, e põem 4 a 11 ovos.